Resenha do conto A Galinha Degolada, de Horacio Quiroga

Se você gosta de literatura latino-americana e de clássicos do horror, confira a resenha do conto A Galinha Degolada, de Horacio Quiroga.

OBS: Para conferir a resenha, você pode optar por ver o vídeo de contos ou ler o artigo.

Aproveite e inscreva-se no canal do Leia Para Viver no YouTube.


Publicado no início do século XX, em 1917, A Galinha Degolada é um conto do importante escritor uruguaio Horacio Quiroga, um dos seus trabalhos mais conhecidos.

O conto surgiu, pela primeira vez, numa coletânea conhecida como “Contos de amor, de loucura e de morte“.

No meu caso, para preparar a resenha, li o conto no livro “Os melhores contos da América Latina“, organizado pelo Flávio Moreira da Costa e publicado no Brasil pela editora Agir.

Resenha do conto A Galinha Degolada, de Horácio Quiroga

resenha do conto a galinha degolada, de horacio quiroga

Nessa história, acompanhamos a vida do casal Mazzini-Ferraz e seus 5 filhos (4 garotos e 1 menina). Um aspecto importante é que, com exceção da menina, todas as crianças restantes possuem uma espécie de deficiência mental.

Os 4 garotos ficam o dia inteiro sentados pegando sol, olhando para o nada e se divertindo com coisas pequenas. Eles possuem um aspecto de profundo abandono, sempre com roupas sujas e nenhum cuidado familiar.

O motivo dessa situação tem origem numa enorme insatisfação e também numa série de expectativas frustadas por parte dos seus pais.

Quando ambos iniciaram sua vida de casados, o plano inicial era ter uma criança. Essa seria a consagração do sonho de montar uma família feliz.

Contudo, quando o filho finalmente chegou, poucos meses depois, a criança sofre uma convulsão e perde qualquer noção da realidade, vivendo quase em estado vegetativo. Tem um trecho que explica isso melhor:

“Foi assim que Mazzini e Berta se sentiram, e quando aos quatorze meses de casamento, o filho chegou, acreditaram que sua felicidade estava cumprida. A criaturinha cresceu bela e radiante até o ano e meio, mas no vigésimo mês foi sacudida uma noite por terríveis convulsões e na manhã seguinte não reconhecia mais seus pais.”

Depois dessa “primeira tentativa”, o casal ainda teve outros 3 filhos. No entanto, todos passaram pela mesma situação do primogênito e sofreram a temida convulsão nos primeiros meses de vida.

Nessa fase do casamento, marido e mulher já brigavam o dia inteiro, um colocando a culpa no outro pelo destino de ter que dedicar a vida para cuidar de crianças que não conseguiam reconhecer seus pais.

Com apenas uma faísca de esperança, o casal resolve arriscar mais uma vez. Nasce então uma menina que, por uma espécie de milagre, não tem nenhum problema de saúde e nunca sofre com qualquer convulsão.

Sendo assim, a postura egoísta dos pais foi de dedicar total atenção a sua nova filha, deixando os outros garotos (quase que completamente) à mercê da própria sorte.

O que esse casal não imaginava é que essa atitude teria consequências graves.


A Galinha Degolada é, para muitos, a obra-prima de Horacio Quiroga. Vale muito a pena conferir esse excelente conto da literatura uruguaia.

Este escritor era grande admirador da obra de Edgar Allan Poe, sendo que muitos dos seus contos são inspirados nos trabalhos desse importante contista e poeta norte-americano.

Conforme vamos lendo, entendemos o título do conto e também como essa pequena história é realmente capaz de perturbar o leitor.

Após ler alguns contos do Horacio Quiroga, fica fácil perceber que ele foi, de fato, um dos grandes nomes da literatura latino-americana.

Para quem gosta dos clássicos contos de horror, A Galinha Degolada é, sem dúvida, uma ótima escolha de leitura.


Gostou da resenha do conto A Galinha Degolada, de Horacio Quiroga? Então aproveite para acompanhar o Leia Para Viver nas redes sociais: YouTubeFacebook e Instagram.

Deseja ler o conto? Compre os livros no site da Amazon (BR) e ajude o Leia Para Viver:

• Contos de amor, de loucura e de morte: https://amzn.to/2N2vupU

• Os melhores contos da América Latina: https://amzn.to/2N3axuI

Obs: ao comprar através dos links acima, você está ajudando na manutenção deste blog (Leia para Viver) e respectivos canais.

Deixe uma resposta