Resenha de O Conto da Ilha Desconhecida, de José Saramago

Confira a resenha de O Conto da Ilha Desconhecida, uma belíssima história escrita por José Saramago e publicada em 1997.


Inscreva-se no canal do Leia Para Viver


Talvez o fato do José Saramago ser um escritor português faça com que a ideia de fazer um livro chamado “O Conto da Ilha Desconhecida” seja algo extremamente adequado.

Isso porque os próprios portugueses tiveram sua época de sair para o mundo e realizar grandes descobrimentos através das explorações marítimas.

Nada mais coerente, então, que um português escrever uma história onde alguém deseja descobrir uma ilha desconhecida.

Só que no caso do livro, esse indivíduo deseja achar uma ilha que ninguém conhece e que se localiza num mar onde tudo o que tinha para se encontrar, já foi encontrado.

resenha de o conto da ilha desconhecida

Resenha de O Conto da Ilha Desconhecida

Para esta resenha de O Conto da Ilha Desconhecida (Companhia das Letras), utilizei a versão em eBook. No entanto, o conto também está disponível como livro físico.

O formato digital é diferente pois contém outra capa e também alguns desenhos de um ilustrador chamado Juergen Cannes.

Na obra, temos a história de um certo homem que decide pedir um barco ao rei de nação. Sua ideia é navegar até encontrar uma ilha desconhecida.

Antes de qualquer pessoa solicitar alguma coisa ao rei, esta deve passar por todo um processo burocrático e cansativo, cuja única finalidade é desgastar as pessoas.

No entanto, a força de vontade desse homem é absurda. Ele se mantém na espera por dias até conseguir falar diretamente com o rei.

A má vontade e o ceticismo do monarca para ceder um barco funciona como uma espécie de barreira para a realização do desejo desse homem.

Na perspectiva do rei, todas as ilhas já foram descobertas. Sendo assim, o que esse homem pretendia fazer era uma tremenda perda de tempo, além de algo muito arriscado.

Ainda assim, com muita persistência, o protagonista consegue um barco e inicia os preparativos para a sua viagem em busca pelo desconhecido.

Algumas observações sobre o conto

Em linhas gerais, podemos compreender esta obra como uma grande metáfora das dificuldades e angústias do homem. O livro possui alguns aspectos relevantes para se observar:

Primeiramente, é interessante ver como o Saramago aborda a questão da burocracia, mostrando que, em certos casos, ela pode atuar apenas como um mero atraso de vida.

Outro aspecto importante é a questão da hierarquia. Ao ler o conto podemos perceber que os personagens são destacados conforme a profissão que exercem e não conforme quem são de fato.

Alguns exemplos: “O rei”, “O primeiro secretário”, “O segundo secretário”, “O primeiro ajudante”, “A mulher da limpeza” etc.

Ao que parece, a proposta do autor é criticar a desigualdade e também aquelas ideias equivocadas de “cada um no seu devido lugar” ou “cada um tem o que merece”.

Esse ponto também nos mostra como sempre somos definidos pelas nossas profissões.

Por exemplo, você não é o “João que gosta de futebol e livros”, você é o “Médico João” ou o “Dr. João”. É como se aquilo que somos jamais tivesse mais valor do que o nosso trabalho.

Contudo, um dos aspectos mais relevantes desse pequeno livro, ao meu ver, é a tentação pelo desconhecido, ou melhor, pelo “nosso desconhecido”.

O livro mostra que talvez não tenhamos tanta certeza sobre quem somos e que, por esse motivo, é importante tomar uma atitude rumo ao autoconhecimento, mesmo que para isso seja necessário dar um primeiro passo num sonho que parece impossível.

Conclusão

O Conto da Ilha Desconhecida é uma obra que fala sobre nós mesmos e que “conversa” conosco de uma forma muito peculiar.

Podemos entender cada ilha como uma pessoa: as “ilhas conhecidas” são pessoas que já atingiram o autoconhecimento (ou acham que atingiram).

Já as “ilhas desconhecidas” são pessoas que não sabem quem são ou que estão na busca de si mesmo.

Este pequeno livro, além de ser uma ótima obra para se familiarizar com a escrita do José Saramago, é também um conto que fala sobre ambições e sobre alcançar aquilo que queremos.


Já leu O Conto da Ilha Desconhecida, de José Saramago? Deixe o seu comentário com opiniões e sugestões de leituras parecidas!

Aproveite para acompanhar o blog Leia Para Viver nas redes sociais: YouTubeFacebook Instagram.

Veja também:

• Sobre Demian, de Hermann Hesse

• Resenha do livro Frankenstein, de Mary Shelley


Se gostou da resenha de O Conto da Ilha Desconhecida e deseja adquirir o livro, compre-o no site da Amazon (BR):

• Versão digital: http://amzn.to/2zyDtnk

• Versão livro físico: http://amzn.to/2yt4wgw

Obs: ao comprar através dos links acima, você está ajudando na manutenção deste blog (Leia para Viver) e respectivos canais.

Deixe uma resposta