[Vídeo] Pablo Escobar: meu pai – Resenha


“Quero que você me mande mais fotos e que me conte o que anda fazendo.

Não perca um minuto sequer, aproveite a sua vida, caminhe ou pratique algum esporte.

Quem sabe se você se dedicar a um esporte poderá encontrar um lugar que esconde uma felicidade. Vou continuar te escrevendo e te mantendo atualizado de tudo.

Te amo muito, muito, muito, 30 de junho de 1990.” (P. 321)

 

“Sua presença aqui comigo é o melhor presente que posso ganhar nesse 24 de dezembro. […]

Te amo muito, de todo o coração. Seu pai, 24/dez/1992.” (P. 438)

 

Quem lê estes trechos, com mensagens carinhosas e de amor, não imagina que ambos foram escritos por um narcotraficante extremamente vingativo e sanguinário.

Pablo Emilio Escobar Gaviria ou, simplesmente, Pablo Escobar, escreveu estas cartas para Juan, seu filho mais velho.

Da mesma maneira, quando se encontrava distante por questões de segurança, enviava mensagens extremamente amorosas para sua esposa, Victoria Henao.

Essa dualidade foi uma das principais características de Pablo Escobar. Era um pai de família exemplar, assim como também era um traficante implacável.

pablo escobar 1

Em seu tempo, ninguém chegou tão longe ou lucrou tanto no mercado de drogas quanto Escobar.

Esse narcotraficante colombiano fundou o famoso Cartel de Medellín, uma das mais poderosas organizações criminosas que se tem notícia. O grupo chegou a monopolizar 80% da produção mundial de cocaína, sendo que grande parte desta era enviada para os Estados Unidos.

Em meados dos anos 1980, o cartel recebeu, aproximadamente, $20 bilhões de dólares por ano!

Por 7 anos seguidos, Pablo Escobar foi listado pela revista Forbes como um dos homens mais ricos do mundo.

Manter um império desses não era fácil. Durante vários anos, Escobar usufruiu de toda riqueza e poder. No entanto, num determinado momento, o castelo de cartas veio ao chão.

pablo escobar 3

Juan Pablo Escobar, seu filho, viveu tanto no auge deste império, quanto em sua ruína.

No livro “Pablo Escobar: meu pai” (2015, Editora Planeta), Juan traça um biografia que mostra, em detalhes, a personalidade do chamado “Rei da Cocaína”.

Além disso, fala também sobre si mesmo, desde quando era um adolescente mimado que tinha tudo o que queria, até o período posterior ao da morte de seu pai, quando foi obrigado a negociar com traficantes.


Se desejar adquirir “Pablo Escobar: meu pai”, clique no link e compre-o no site da Amazon (BR): http://amzn.to/2ciQkjf

– Livro no Submarino: http://compre.vc/s/7fa00c44
– Livro na Fnac: http://compre.vc/s/dc876f54
– Livro no Walmart: http://compre.vc/s/8248611e
– Livro na Livraria da Folha: http://compre.vc/s/23567309
– Livro na Travessa: http://compre.vc/s/bdd0c782


Ao comprar através destes links, você está ajudando na manutenção do canal. Receberei uma pequena comissão pela venda.

Deixe uma resposta