O que é biblioterapia? Veja como funciona a terapia através da leitura

Você sabe o que é biblioterapia e como ela pode ajudar no seu desenvolvimento pessoal? Através do presente artigo vou mostrar as vantagens deste excelente recurso.

o que é biblioterapia

Todos nós, leitores, sabemos dos benefícios que um bom livro pode provocar em nossa vida. Os livros inspiram e, muitas vezes, moldam parte daquilo que somos.

Um pequeno trecho, escrito pelo poeta gaúcho Mário Quintana (1906 – 1994), expressa bem essa ideia:

“Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas.

Quintana não poderia estar mais correto. A leitura de livros não é um mero entretenimento ou apenas uma forma de passar o tempo. Pensar dessa maneira serve somente para limitar os inúmeros benefícios do ato de ler regularmente.

O que é biblioterapia?

Ler estimula nossa capacidade de reflexão, além de nos apresentar outras formas de ver o mundo, rompendo com preconceitos enraizados. Além disso, o estresse, as preocupações e o sentimento de solidão podem ser atenuados após o contato com os livros.

Todos estes aspectos são trabalhados pela biblioterapia. De modo geral, a proposta envolve utilizar livros como instrumentos para melhorar nossa qualidade de vida e auxiliar no tratamento de diversos problemas como, por exemplo, depressão ou ansiedade.

Através do acompanhamento de um profissional, a prática da leitura e o processo de interpretação de textos selecionados (ficção, autoajuda, poesia, entre outros) proporciona um forte sentimento de identificação por parte do leitor, tendo em vista que este observa os seus problemas numa nova perspectiva, através dos personagens ou da própria história do livro.

A biblioterapia é muito eficiente para impulsionar o autoconhecimento, estimular a criatividade e reduzir conflitos internos que consomem nossa energia.

Além disso, ela também aprimora o hábito de leitura, já que passamos a valorizar os livros como um importante mecanismo de auxílio para atenuar as nossas angústias.

biblioterapia

Em Portugal já existe uma clínica  – The Therapist – que oferece atendimento de biblioterapeutas. As sessões começaram no início desse ano (2017), com o custo de 60 euros por consulta.

Já no Brasil, a terapia com livros também está se desenvolvendo. Dispomos, por exemplo, de cursos para ensinar o que é biblioterapia. Um bom exemplo é o curso da Fundação Observatório do Livro e da Leitura, chamado Jornada da Biblioterapia.

Este curso é voltado para diversos tipos de pessoas, como bibliotecários, filósofos, psicólogos, psiquiatras, profissionais da área de educação, assistentes sociais ou, simplesmente, pessoas que gostem de ler.

A proposta é ensinar formas de ajudar os outros com base na biblioterapia, além de torná-la uma fonte de renda. O curso dispõe de 4 aulas semanais (online e ao vivo), materiais de estudo, modelos prontos, etc. Confira mais detalhes no site do curso Jornada da Biblioterapia.

Recentemente, foi publicado por aqui o livro Farmácia Literária (editora Verus), de Ella Berthoud e Susan Elderkin. O interessante desta obra é que ela trabalha o conceito da biblioterapia, indicando diversos livros para problemas específicos. Confira um trecho da sinopse:

“Estruturado como uma obra de referência, em Farmácia literária os leitores podem simplesmente procurar por sua “doença”, seja ela agorafobia, tédio ou crise da meia-idade, e encontrarão um romance como antídoto. A biblioterapia não discrimina entre as dores do corpo e as da mente (ou do coração). Está convencido de que tem sido covarde? Leia O sol é para todos e receba uma injeção de coragem. Vem experimentando um súbito medo da morte? Mergulhe em Cem anos de solidão para ter uma nova perspectiva da vida como um ciclo maior. Ansioso porque vai dar um jantar na sua casa? Suíte em quatro movimentos, de Ali Smith, vai convencê-lo de que a sua noite nunca poderá dar tão errado. Brilhante e encantador, Farmácia literária pertence tanto à estante de livros quanto ao armário de remédios. Esta obra vai fazer com que até mesmo o leitor mais aficionado descubra um livro do qual nunca ouviu falar e enxergue com outros olhos aqueles mais familiares.”

Conclusão

Certa vez, o Barão de Montesquieu (1689 – 1755), bastante conhecido pela obra O Espírito das Leis, ressaltou que os desgostos da vida podem ser remediados através de uma hora de leitura. 

De certa forma, a biblioterapia surge para confirmar o que Montesquieu disse.

Podemos entendê-la como uma interessante alternativa para auxiliar e melhorar a vida das pessoas, promovendo o desenvolvimento pessoal e ajudando em diversos aspectos do dia a dia.

Deixe uma resposta