11 livros de escritores chilenos que você não pode deixar de ler

Escritores chilenos estão, cada vez mais, tendo suas obras traduzidas para o português.

O Chile possui forte tradição literária: é o único país da América do Sul que recebeu, duas vezes, o prêmio Nobel de Literatura.

escritores-chilenos

 

Gabriela Mistral, foi a 1ª premiada com o Nobel.

A 2ª premiação foi para Pablo Neruda (1904-1973), sem dúvida um dos poetas mais conhecidos e importantes do século XX.

Ambos foram os principais responsáveis por incutir na sociedade chilena um famoso ditado popular: “Chile, país de poetas”.

No entanto, poesia não é a única alternativa escolhida pelos escritores locais. Muitos destes optam pela prosa como principal técnica na hora de escrever seus textos e livros.

De modo geral, é possível dizer que muito dos livros de escritores chilenos são marcados pela ditadura militar (1973-1990), comandada pelo general Augusto Pinochet.

O período ditatorial chileno foi conhecido pela brutalidade e violações recorrentes dos direitos humanos. Cerca de 40 mil pessoas foram vítimas de uma política autoritária, responsável por prisões, torturas, sequestros e, em diversos casos, morte.

Separei 11 obras de escritores chilenos que você deve ler se deseja conhecer um pouco mais da literatura daquele país.


Aproveite e veja também:


Confira a lista com 11 livros de escritores chilenos:

  • Cem sonetos de amor

Autor(a): Pablo Neruda

Editora: L&PM

Ano da publicação no Brasil: 1997

Páginas: 128

Uma das obras mais lidas deste poeta chileno. Como o próprio nome diz, a obra contém 100 sonetos cujo tema principal é o amor. Ao compor estes sonetos, Pablo Neruda tinha por objetivo homenagear sua esposa.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2aVQJHG

– Livro no Submarino: http://compre.vc/v2/537a07b2b7

– Livro na Americanas: http://compre.vc/v2/5330ba1e1b

 

  • Gabriela Mistral en Verso y Prosa

Autor(a): Gabriela Mistral

Editora: Santillana

Ano da publicação no Brasil: –

Páginas: 758

Lucila de María del Perpetuo S. G. Alcayaga (1889-1957), poetisa e diplomata, conhecida pelo pseudônimo Gabriela Mistral, foi a 1ª premiada com o Nobel de Literatura não somente na história do Chile, mas também da América Latina. Infelizmente muito pouco de sua obra foi traduzida para o português. O livro em espanhol “Gabriela Mistral en Verso y Prosa” é composto por vários textos produzidos por essa escritora.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2dxpMZu

– Livro no Submarino: http://compre.vc/v2/53d07402f7

– Livro na Americanas: http://compre.vc/v2/53483125e8

 

  • Noturno do Chile

Autor(a): Roberto Bolaño

Editora: Companhia das Letras

Ano da publicação no Brasil: 2004

Páginas: 120

Fortemente influenciado por escritores como Jorge Luis Borges, Philip K. Dick e Raymond Chandler, o chileno Roberto Bolaño foi um dos maiores nomes da literatura chilena contemporânea. Em sua obra “Noturno do Chile”, o escritor nos apresenta Sebastián Urrutia Lacroix, padre, poeta fracassado e protegido de Pinochet. Ao longo do texto, o padre reflete sobre sua vida e acredita que está prestes a morrer.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2aZxUOU

– Livro na Fnac: http://compre.vc/s/b32560be

 

  • 2666

Autor(a): Roberto Bolaño

Editora: Companhia das Letras

Ano da publicação no Brasil: 2010

Páginas: 856

Talvez está seja uma das obras mais ousadas já feitas por um escritor latino-americano. O livro “2666” é um calhamaço de mais de 800 páginas publicado postumamente. O romance, composto por cinco histórias que se conectam em determinados aspectos, dessa vez não ocorre no Chile, mas sim na região fronteiriça entre México e Estados Unidos.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2benGNK

– Livro no Submarino: http://compre.vc/v2/535a3ed825

– Livro na Americanas: http://compre.vc/v2/53a5132614

 

  • A casa dos espíritos

Autor(a): Isabel Allende

Editora: Bertrand

Ano da publicação no Brasil: 1994

Páginas: 448

Apesar de ter nascido em Lima, Peru, a escritora Isabel Allende Llona se muda com sua família, pouco tempo depois, para o Chile. Seu pai, Tomás Allende, era primo-irmão de Salvador Allende, presidente do Chile de 1970 até 1973, quando foi deposto pelo golpe comandado por Augusto Pinochet. Isabel é uma das escritoras chilenas mais traduzidas no mundo, sendo “A casa dos espíritos” o seu livro mais famoso.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2dACWVn

 

  • Bonsai

Autor(a): Alejandro Zambra

Editora: Cosac & Naify

Ano da publicação no Brasil: 2014

Páginas: 93

O escritor e poeta chileno Alejandro Zambra nasceu na cidade de Santiago, capital do Chile. Tido como um dos mais importantes jovens escritores de língua espanhola, Zambra recebeu diversos prêmios em seu país. A editora Cosac Naify traduziu e publicou algumas obras deste autor, sendo “Bonsai” uma delas. Adaptado para o cinema, este livro conta a história de Emilia e Julio, um casal cujo relacionamento está no fim.

Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2GDEavN

 

  • Doce inimiga minha

Autor(a): Marcela Serrano

Editora: Alfaguara

Ano da publicação no Brasil: 2014

Páginas: 192

A escritora chilena Marcela Serrano nasceu em Santiago, 1951. Em sua carreira, recebeu o Prêmio Sor Juana Inés de la Cruz (1994), Prêmio Municipal de Literatura de Santiago de Chile (1994) e foi finalista do Prêmio Planeta (2001). Em sua obra “Doce inimiga minha”, a escritora apresenta 20 contos que trabalham o universo feminino.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2dUOW3F

– Livro no Submarino: http://compre.vc/v2/5366afcf0b

– Livro na Americanas: http://compre.vc/v2/53d20f9f4a

 

  • O dia em que a poesia derrotou um ditador

Autor(a): Antonio Skármeta

Editora: Record

Ano da publicação no Brasil: 2012

Páginas: 224

Descendente de croatas, o escritor, professor de literatura e diretor teatral Antonio Skármeta ficou bastante conhecido após a publicação de “O Carteiro e o Poeta”, onde conta a história de amizade entre Pablo Neruda e um carteiro que sonha em ser poeta. Em sua obra “O dia em que a poesia derrotou um ditador”, Skármeta mostra a reação da sociedade chilena diante da ditadura militar. Na história, temos Nico, cujo pai foi sequestrado pelo regime; temos também Adrián, pai da namorada de Nico e publicitário responsável pela campanha contrária a reeleição de Pinochet.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2b1uvlS

 

  • Sangue no olho

Autor(a): Lina Meruane

Editora: Cosac & Naify

Ano da publicação no Brasil: 2015

Páginas: 192

A escritora e professora chilena Lina Meruane Boza já foi traduzida para o inglês, italiano, alemão, francês e, recentemente, para o português com o livro “Sangue no olho”. Nesta obra, a autora trabalha a questão da cegueira.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2dNerTh

– Livro na Livraria Cultura: http://compre.vc/v2/538d39afb6

 

  • O lugar sem limites

Autor(a): José Donoso

Editora: Cosac & Naify

Ano da publicação no Brasil: 2013

Páginas: 160

Jornalista e escritor, José Donoso foi um também um dos principais nomes da literatura chilena. Viveu por mais de 10 anos na Espanha, lugar onde publicou grande parte de sua obra. “O lugar sem limites” é um de seus primeiros romances, publicado em 1966.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2by4clO

 

  • O longo adeus a Pinochet

Autor(a): Ariel Dorfman

Editora: Companhia das Letras

Ano da publicação no Brasil: 2003

Páginas: 200

Vladimiro Ariel Dorfman Zelicovich, mais conhecido como Ariel Dorfman, é um professor, escritor e ativista dos direitos humanos. Apoiou e colaborou com o governo de Salvador Allende. Após o golpe militar e morte de Allende, o escritor se exilou para a França e, em seguida, para os Estados Unidos. Em “O longo adeus a Pinochet”, reflete sobre a detenção de Pinochet na Europa e também sobre o papel deste na ditadura militar chilena.

– Para ler a sinopse ou comprar o livro, acesse o link da Amazon (BR): http://amzn.to/2bepsyc


Obs: ao comprar através dos links acima, você está ajudando na manutenção deste blog (Leia para Viver) e respectivos canais. Receberei uma pequena comissão pela venda.


 

10 Comentários


  1. Só faltou dizer qual foi o livro que ganhou o nobel da escritora Lucia de María. 😉 gostaria de ler.

    Responder

    1. Oi Thaynara! Tudo bem? No caso do Nobel de Literatura, os escritores são premiados por toda sua obra, e não por um livro específico. Estou preparando um vídeo que falo um pouco sobre a Gabriela Mistral. Se você tiver interesse, existe uma antologia com todos os escritos dessa autora. É em espanhol, seria necessário importar. Acho que na Livraria Cultura ou Amazon você consegue fazer isso 😉

      Responder

  2. Surpresa, com várias escritoras chilenas super interessantes e nenhuma citada!!!

    Responder

    1. Oi Vera, tudo bem? De fato, essa foi uma dificuldade ao compor essa lista na época, pois não encontrava os principais livros de importantes escritoras chilenas traduzidos para o português, como o caso das obras de Gabriela Mistral, Marta Brunet ou Maria Flora Yanez. Acho que acabei focando muito na pesquisa destas e fiquei desatento com outras possibilidades rsrs. De qualquer maneira, atualizei a lista. Se souber de mais alguns nomes e quiser sugerir, eu coloco no post como “Dicas dos leitores do blog”. 😉

      Responder

      1. Mas tchêêê, eu perdi alguma coisa ou o problema é outro. E Isabel Allende???? Por dios!!!! Tem uma outra autora que gosto muito, Marcela Serrano, que eu pensava que era chilena, mas que recentemente descobri que era argentina. Fiquei triste. Não sei porque!!!

        Responder

        1. Ops, apareceram as duas hoje!!! Elas não estavam!!! Afinal, a Serrano é chilena?

          Responder

  3. Oi! terminei ontem um livro do Alejandro, o Formas de voltar para Casa. Adorei! (mas senti uma repetição do tema fim de relacionamento rsrsrs)

    Responder


Deixe uma resposta