Resenhas de Livros

O objetivo desta categoria é reunir todas as Resenhas de Livros, produzidas no formato de texto, do blog Leia Para Viver.

As resenhas são a base deste blog. Sem elas, o Leia Para Viver nem existiria.

A proposta é publicar resenhas em texto sobre temáticas variadas, como literatura nacional, literatura estrangeira, biografias, livros de história, entre outros.

Exemplos de Resenhas de Livros publicadas no blog:

Sempre que uma resenha nova for postada, ela também será inserida nessa categoria.

Se gostar de alguma resenha, lembre-se de deixar um comentário com sua opinião.

Ah! Também lembre de seguir o Leia Para Viver nas redes sociais.

Resenha de Maus, de Art Spiegelman

Resenha de Maus, de Art Spiegelman

Confira a resenha de Maus, premiada graphic novel de Art Spiegelman e um dos quadrinhos mais marcantes sobre o holocausto. Inscreva-se no canal do Leia Para Viver Resenha de Maus, de Art Spiegelman Durante a Alemanha Nazista (1933-1945), a propaganda política era uma das principais maneiras de se promover o antissemitismo. Entre inúmeros exemplos, temos um caso que vale destacar: em 1940, surge um filme conhecido como Der Ewige Jude (The Eternal Jew). O longa foi dirigido por Fritz Hippler (1909-2002) após indicação do famoso ministro da Continue lendo

Resenha de O Conto da Ilha Desconhecida, de José Saramago

Resenha de O Conto da Ilha Desconhecida, de José Saramago

Confira a resenha de O Conto da Ilha Desconhecida, uma belíssima história escrita por José Saramago e publicada em 1997. Inscreva-se no canal do Leia Para Viver Talvez o fato do José Saramago ser um escritor português faça com que a ideia de fazer um livro chamado “O Conto da Ilha Desconhecida” seja algo extremamente adequado. Isso porque os próprios portugueses tiveram sua época de sair para o mundo e realizar grandes descobrimentos através das explorações marítimas. Nada mais coerente, então, que um português escrever uma história Continue lendo

O Garoto do Riquixá, de Lao She – Resenha

O Garoto do Riquixá, de Lao She – Resenha

Uma ótima alternativa para quem deseja conhecer a literatura chinesa é iniciar a leitura do livro O Garoto do Riquixá, de Lao She (publicado pela editora Estação Liberdade). Nesta obra, conhecemos um pouco da história de Xiangzi, um humilde puxador de Riquixá que tenta ganhar a vida na cidade de Pequim durante os anos de 1920 e 1930. Honesto e confiante, Xiangzi sonha em comprar o próprio Riquixá para não depender mais de aluguel. Com este objetivo em mente, trabalha bastante, aproveitando sua juventude e Continue lendo

Os Meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár – Resenha

Os Meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár – Resenha

Se tem um livro capaz de provocar fortes sentimentos de nostalgia nos leitores, esse livro se chama “Os Meninos da Rua Paulo“, do escritor e húngaro Ferenc Molnár (1878-1952). Através das brincadeiras de alguns garotos na Budapeste do século XIX, conseguimos vivenciar, novamente, um pouco da nossa própria infância. Este pequeno livro, publicado em 1906, foi um marco na literatura húngara, além de ser bastante aclamado tanto por lá, quanto no resto do mundo. No Brasil, tivemos algumas edições antigas da “Coleção Saraiva” e “Coleção Continue lendo

Noturno do Chile, de Roberto Bolaño – Resenha

Noturno do Chile, de Roberto Bolaño – Resenha

Noturno do Chile (Companhia das Letras) é um livro que trabalha, na perspectiva de um padre e crítico literário, três elementos fundamentais na história contemporânea chilena: (1) o início do governo de Salvador Allende; (2) o golpe de Estado de 1973; (3) a Ditadura Militar Chilena, comandada pelo general Augusto Pinochet. Esta obra, que é uma das mais traduzidas de Roberto Bolaño, atua como uma espécie de crítica aos intelectuais e escritores chilenos durante esse contexto. Além disso, a estrutura do livro é bastante interessante, Continue lendo

Resenha do livro Frankenstein, de Mary Shelley

Resenha do livro Frankenstein, de Mary Shelley

Preparei uma resenha de um dos grandes clássicos da literatura: Frankenstein, de Mary Shelley OBS: Para conferir a resenha você pode optar por ler o artigo ou ver o vídeo localizado no final do texto. Em 1831, a autora inglesa Mary Shelley definiu o que é uma história de terror: “[…] uma história capaz de falar aos misteriosos temores de nossa natureza e de despertar um horror arrepiante – uma história que fizesse o leitor ter medo de olhar a sua volta, que congelasse seu Continue lendo

Resenha: Grito, de Godofredo de Oliveira Neto

Resenha: Grito, de Godofredo de Oliveira Neto

O livro Grito (Record, 2016), foi escrito por Godofredo de Oliveira Neto, catarinense da cidade de Blumenau. Além de Grito, Godofredo também publicou O Bruxo do Contestado, Amores Exilados, Menino Oculto, entre outras obras. Sobre o livro Grito Em seu livro Grito, temos a narração da octogenária Eugênia, ex-atriz que vive sozinha, após o falecimento do marido, em um apartamento na cidade do Rio de Janeiro. No mesmo prédio mora um jovem de 19 anos chamado Fausto, personagem de passado obscuro, ambicioso e completamente apaixonado Continue lendo

O museu do silêncio, de Yoko Ogawa – Resenha

O museu do silêncio, de Yoko Ogawa – Resenha

Confira, logo abaixo, o vídeo “O museu do silêncio, de Yoko Ogawa – Resenha”. • Aproveite e inscreva-se no canal do Leia Para Viver no YouTube. O museu do silêncio (2016) foi publicado pela editora Estação Liberdade, traduzido diretamente do japonês por Rita Kohl. O livro é narrado por um museólogo cuja principal tarefa é ajudar na construção e preparação de um museu bastante exótico, caracterizado por reunir objetos que representam pessoas mortas. Espero que goste do vídeo! Uma publicação compartilhada por Rodrigo Villela (@leiaparaviver) Continue lendo

Sobre “Um Nazista em Copacabana”, de Ubiratan Muarrek

Sobre “Um Nazista em Copacabana”, de Ubiratan Muarrek

“Um Nazista em Copacabana” (2016) é um romance nacional, escrito pelo paulista Ubiratan Muarrek e publicado pela editora Rocco. Ao sair da Europa com o término da 2ª Guerra Mundial, o alemão Otto Funk viaja para o continente sul-americano com o objetivo de se estabelecer na cidade de Buenos Aires. Repentinamente, decide ficar no Brasil, local onde forma família com Iracema, uma manauara de personalidade forte. Pouco depois nasce sua filha, Diana. No entanto, Otto não é o protagonista ou o ponto central deste romance. Continue lendo

Sobre “Um, dois e já”, de Inés Bortagaray

Sobre “Um, dois e já”, de Inés Bortagaray

Viajei bastante de carro durante a minha infância. Horas e horas de viagens, ansioso no banco de trás do carro, perguntando mil vez se já estava chegando. Uma criança insuportável, talvez rs. A leitura do livro “Um, dois e já”, da uruguaia Inés Bortagaray, fez com que eu me lembrasse de vários detalhes desses passeios. Esta escritora nasceu em 1975, na cidade de Salto, a segunda maior do Uruguai. Antes do livro “Um, dois e já” (“Prontos, listos, ya” – 2006), ela publicou uma coletânea Continue lendo