7 dicas para começar a ler livros clássicos

Na postagem de hoje, preparei uma lista com 7 dicas simples para você perder o medo e começar a ler livros clássicos com mais frequência e regularidade.

OBS: Para conferir a lista, você pode optar por ler o artigo ou ver o vídeo localizado no final do texto.

começar a ler livros clássicos

7 dicas para começar a ler livros clássicos

Muita gente sente um certo receio de começar a ler clássicos.

Por esse motivo, preparei uma lista breve e simples para explicar como vale a pena incluir os clássicos da literatura nas suas metas de leitura.

Bom, vamos para os tópicos:

1º – Não generalize, esqueça a ideia de que todos os clássicos são impossíveis de ler

Generalizar é sempre algo problemático e, no caso dos clássicos, o que não faltam são conclusões precipitadas.

Existem clássicos que, obviamente, são mais difíceis de ler até para quem já tem este hábito consolidado. Títulos como “O Som e a Fúria” ou “Ulysses” provavelmente não são leituras ideais para quem nunca leu clássicos na vida.

No entanto, existem obras que, em contrapartida, são tranquilas ou, em certos casos, apenas um pequeno desafio para leitores iniciantes.

Em certa medida, tudo é questão de arriscar, de tentar ler para averiguar se a leitura é de seu agrado ou não.

Ao começar a ler livros clássicos, é importante ter um pouco mais de persistência que o habitual, pois trata-se de uma leitura diferente daquelas que você está acostumado.

Lembre-se também que a dificuldade não se limita apenas aos clássicos. Existem livros difíceis, livros intermediários e livros fáceis em qualquer categoria.

2º – Você não tem a obrigação de ler os todos os clássicos mais famosos

Não é porque você resolveu começar a ler livros clássicos que deve, agora, ler todas as obras mais conhecidas.

Se estamos lendo por prazer (e não por algum compromisso), não existe obrigatoriedade. É sempre legal você priorizar ler o que realmente despertou o seu interesse.

Você não precisa pegar uma lista de clássicos da literatura mundial e ler todos os livros para se tornar um bom leitor.

Leia o clássico que realmente te chamou atenção, a obra que você acredita estar disposto a se dedicar.

3º – Procure clássicos que tenham relação com livros que você já leu

Digamos que você é um apaixonado(a) por romances históricos. Basta procurar obras deste gênero que você certamente encontrará algo semelhante na literatura clássica.

Por exemplo, existem vários clássicos que trabalham temas históricos e temas anteriores ao que o próprio autor(a) viveu. Escritores como Charles Dickens, Tolstoi ou Walter Scott são bons exemplos de autores que produziram romances deste tipo.

Já se você gosta de livros de suspense e mistério, existem vários trabalhos desse gênero que se tornaram clássicos ao longo do tempo.

A ideia vale para quase tudo. Se pesquisar, você encontrará, nos clássicos, vários livros de terror, sobre amor e traição, contos, poesia etc.

É simples, basta identificar os elementos que te incentivam a ler um determinado livro e, em seguida, procurar clássicos sobre isso.

 

Espanhonáticos - dicas de espanhol

 

4º – Não gostou do livro? Procure outro

Isso tem relação com a questão da obrigação que falei anteriormente.

Ao iniciamos uma atividade diferente, é normal sentir dificuldades. No caso da leitura de clássicos, se você leu apenas autores contemporâneos ao longo da vida, é normal sentir um estranhamento ao ler uma obra mais antiga, do século XIX por exemplo.

No entanto, após uma certa persistência, existe a possibilidade de você realmente não gostar do clássico escolhido. Talvez não seja o momento ideal para realizar a leitura dessa obra.

Nessa situação, aconselho procurar outro clássico para ler, até encontrar um que realmente te agrade.

São várias opções, com toda certeza você encontrará algum livro mais interessante. O que importa é não se obrigar a terminar uma obra apenas por se tratar de um clássico da literatura. 

5º – Pesquise sobre curiosidades do clássico que você pretende ler

Após escolher um clássico para ler, pesquise sobre quem foi o escritor, quem foi a escritora, em que momento da vida o autor(a) resolveu escrever o livro.

Veja o contexto histórico, pesquise sobre o período em que a obra foi ambientada, tente encontrar curiosidades interessantes sobre o livro ou sobre os autores.

Você pode também ver resenhas no youtube, ler análises em blogs ou procurar alguma adaptação cinematográfica.

Após tudo isso, é bastante provável que você fique mais animado(a) para começar a leitura.

6º – Priorize edições caprichadas

Ao comprar um clássico, preste mais atenção se o mesmo foi traduzido do idioma original, se possui uma boa revisão, uma introdução interessante, se a edição é bonita e bem elaborada etc.

Começar a ler livros clássicos em edições mais caprichadas pode despertar muito mais interesse e curiosidade pela obra.

Felizmente, no Brasil, temos várias editoras fazendo um excelente trabalho nesse aspecto, isso por conta de que os clássicos estão se tornando mais populares entre os leitores brasileiros.

São várias editoras que merecem nossa atenção. Separei algumas interessantes:

De qualquer maneira, o importante é tentar ler clássicos em edições mais caprichadas e com maior quantidade de conteúdo extra.

7º – Muitos clássicos são a fonte de inspiração de livros que você já leu

Muitos livros que você leu e gostou são, de uma forma ou de outra, inspirados em clássicos da literatura.

Inúmeros livros de terror ou ficção científica têm origem em escritores como Edgar Allan Poe, Mary Shelley ou Lovecraft.

Romances com críticas sociais possuem grande relação com livros de escritores como Charles Dickens ou Victor Hugo.

Várias séries de fantasia possuem características e elementos comuns em títulos como “O Mágico de Oz”, “Alice no país das maravilhas”, “Senhor dos Anéis” e “Cronicas de Nárnia”.

Perceber que muitos clássicos são a base de várias obras contemporâneas faz com que notemos que eles não estão tão distantes da nossa realidade.


Aproveite para assistir o vídeo:

Inscreva-se no canal do Leia Para Viver no YouTube

 

Deixe uma resposta